Direito Global
blog

Terceirização dos presídios

Deputados estaduais do Amazonas protocolaram junto ao Ministério Público de Contas (MPC) e no Ministério Público do Amazonas (MP-AM), duas representações pedindo auditoria dos contratos e a comprovação da prestação dos serviços prestados pelas empresas Umanizzare, RH Multi Serviços e Auxílio Agenciamento de Recursos Humanos e Serviços, que administram as unidades penitenciárias do Estado.

Presidente da Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Legislação Participativa, o deputado estadual José Ricardo Wedling (PT) disse que pretende levantar quanto foi aplicado em empresas terceirizadas em detrimento da segurança da população.

“Vamos cobrar do Estado providências urgentes para resolver esse caos nos presídios, realizar audiência pública sobre o sistema de segurança e investigar quanto, de fato, foi aplicado em empresas terceirizadas”, disse o parlamentar.

clica