Direito Global
blog

Tática velha

Do jornalista Cid Benjamin em sua página no Facebook: Essa história de os militares empurrarem suas mulheres para alinha de frente é antiga. Em meados de 1973, durante o governo Allende, o comandante do Exército chileno, general Prats, era o principal empecilho ao golpe militar. Os oficiais golpistas organizaram, então, dezenas de manifestações de suas mulheres batendo panelas diante da residência de Prats.

A coisa chegou a um ponto que Prats cansou e pediu para passar para a reserva. Em seu lugar assumiu Pinochet. O resto da história é conhecida. Em 11 de setembro veio o golpe militar.
(Depois, já exilado na Argentina, a ditadura chilena assassinou Prats num atentado a bomba que explodiu seu carro.)

Agora os PMs brasileiros usam a mesma tática dos fascistas chilenos. Botam as mulheres na linha de frente, tanto no Espírito Santo, como aqui no Rio e em outros estados.

O modelo não é original.

clica