Direito Global
blog

A primeira juíza negra

Ao ouvir dizer que a colega Luislinda Valois, que iniciou a carreira em 1984, era tratada como “a primeira magistrada negra do Brasil”, a juíza aposentada Mary de Aguiar Silva, 91, reclamava e repetia que foi nomeada ao cargo em 1962.

O relato é da sobrinha de Mary, a advogada Sheila Aguiar, 55, que prepara uma biografia sobre a tia, com quem vive em Salvador. A aposentada tem dificuldade em falar pelo acúmulo de problemas de saúde.

Também baiana e desembargadora aposentada, Luislinda foi nomeada ministra de Direitos Humanos no último dia 3. A pasta existia no governo Dilma Rousseff (PT) e foi recriada pelo presidente Michel Temer (PMDB) após críticas sobre a ausência de mulheres e negros no primeiro escalão federal.

Filiada ao PSDB desde 2013, ela foi apresentada tanto em divulgações do Planalto como do próprio partido como “a primeira juíza negra do Brasil”.

Mas, em 2010, o Tribunal de Justiça da Bahia havia feito uma sessão solene para homenagear as magistradas negras do Estado e Luislinda foi listada, cronologicamente, como a terceira delas. Antes, vinham Mary e Alexandrina de Almeida Santos, morta em 2009, que assumiu uma comarca no interior em 1967.(Folha de S.Paulo)

clica