Direito Global
blog

Fraude na UFPR

O esquema de fraude no repasse de bolsas e de auxílios à pesquisa da Universidade Federal do Paraná (UFPR) foi chamado de “uma espécie de empresa criminosa familiar” pelo juiz federal Marcos Josegrei da Silva, da 14ª Vara Federal de Curitiba. A 2ª fase da Operação Research foi deflagrada hoje (3).

A referência é a duas servidoras presas, em fevereiro, suspeitas de serem as principais responsáveis pelo desvio de, pelo menos, R$ 7,3 milhões em bolsas de pesquisa para 27 pessoas e para um “terceiro núcleo de atuação”.

A afirmação foi feita pelo juiz federal no despacho em que autorizou a prisão temporária por cinco dias de cinco novos investigados, para a deflagração da 2ª etapa da Operação Research, que apura a fraude milionária na instituição de ensino.(site G1)

clica