Direito Global
blog

Pedro Canário

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Pedro Canário e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Norte), ajuizou Ação Civil Pública (ACP) por improbidade administrativa em face do ex-prefeito do município de Pedro Canário – no litoral norte do Espírito Santo,Antônio Wilson Fiorot.

Ele nomeou um primo para o cargo de superintendente municipal sem encaminhar lista tríplice para aprovação da indicação pela Câmara Municipal de Vereadores. Posteriormente, o mesmo primo foi nomeado secretário municipal de Planejamento. O MPES solicitou o ressarcimento de R$ 40 mil, a ser creditado em favor do município de Pedro Canário para aplicação em programas sociais voltados à criança, adolescente, idoso e portadores de necessidades especiais.

clica