Direito Global
blog

Ofensa ao TST

O comentário abaixo foi feito hoje (05) pelo advogado Sergio Batalha, do Rio de Janeiro, em sua página no Facebook:

“Creio que tudo na vida tem um limite, mas parece que o Gilmar Mendes desconhece este conceito. Suas declarações de que o TST seria um “laboratório do PT” e que o partido teria “aparelhado” o tribunal são mentirosas, sórdidas e indignas de um magistrado. São também cínicas, pois ele mede os outros com sua própria régua. Ou seja, ele, um descarado militante do PSDB atuando no STF, tem o cinismo de acusar magistrados honestos, a grande maioria concursados e oriundos da magistratura e do MPT, de atuarem como “militantes do PT”.

E tudo isto com um objetivo também sórdido: quer intimidar o Tribunal Superior do Trabalho e a magistratura trabalhista para não questionarem em suas decisões o desmonte do Direito do Trabalho. Ele quer impedir que os juízes apontem e questionem as falhas da legislação que o governo aprovou, protegendo os trabalhadores e garantindo um equilíbrio nas relações de trabalho. Os advogados e juízes tem a obrigação de reagir e propor medidas legais contra este desequilibrado, que insiste com sua arrogância e partidarismo em atacar a Justiça do Trabalho.

Basta! Fora Gilmar Mendes! O STF não é lugar para quem com suas palavras e atos ofende a dignidade da magistratura!”

clica