Direito Global
blog

O caso da United

O advogado do médico David Dao disse que ele sofreu uma “concussão significativa”, teve o nariz quebrado e perdeu dois dentes frontais ao ser arrancado do avião da United no domingo. Ele já saiu do hospital, mas terá de fazer uma cirurgia reconstrutiva, segundo o representante.

O advogado Thomas Demetrio disse que as companhias aéreas têm “intimidado” passageiros “por um longo tempo”. Ele afirmou que “provavelmente” vai entrar com um processo em nome de Dao, e que seu cliente ainda “não ouviu” da United. O CEO da empresa, Oscar Munoz, se desculpou, e o advogado disse que Dao aceita as desculpas, mas que acha que não são sinceras.

O representante legal de Dao afirmou que seu cliente teve na United uma experiência pior do que quando fugiu do Vietnã nos anos 70, durante a queda de Saigon.(site G1)

clica