Direito Global
blog

Pichadores da Pampulha

A Justiça de Minas Gerais condenou M.A.F.N. e J.M.F.C. pelas pichações feitas na Igreja de São Francisco de Assis (Igrejinha da Pampulha) no dia 21 de março do ano passado. A decisão, do juiz Luís Augusto César Pereira Monteiro Barreto Fonseca, titular da 8ª Vara Criminal de Belo Horizonte, determinou também a liquidação da empresa Grapixo, de propriedade do segundo réu, e determinou que os custos da limpeza sejam ressarcidos pelo pichador.

O terceiro acusado, M.A.F., será julgado em outro processo (desmembrado), uma vez que se encontrava foragido e não foi citado, e enquanto isso o processo se desenvolveu em relação aos demais réus.

clica