Direito Global
blog

Em cima do muro

Roberto Parahyba de Arruda Pinto , presidente da Associação Brasileira dos Advogados Trabalhistas (Abrat) cobrou publicamente o posicionamento institucional do Conselho Federal da OAB contra a reforma trabalhista e em defesa do direito do trabalho efetivamente protetivo , lembrando ainda que cabe a instituição defender o exercício da advocacia.

Roberto repudiou a redação do projeto de lei quando legisla o fim da gratuidade da justiça, imposição da sucumbência pelo trabalhador hipossuficiente e a litigância de má -fé .
Roberto afirma que ” do ponto de vista dos advogados o PL é um ataque às instituições, ao direito do trabalho e a advocacia.”

clica