Direito Global
blog

Justiça Terapêutica

A juíza coordenadora do Programa Justiça Terapêutica, Maria Umbelina Zorzetti, e os juízes dos Juizados da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher Cristiane e Willian Costa Mello firmaram, em Goiás, parceria para atender acusados de violência contra a mulher, que tenham envolvimento com álcool e drogas, nos parâmetros da Justiça Restaurativa. O Programa Justiça Terapêutica, em seus seis anos de atuação, já atendeu quase 3 mil participantes e seus familiares. Hoje, atende 567 participantes regulares, estimando quase 2 mil atendimentos por mês.

A equipe irá trabalhar com foco no resgate da autonomia da vítima, utilizando para isso práticas restaurativas e técnicas de mediação, conciliação, psicoeducação, musicoterapia, constelação familiar, intervenção breve, entre outras. Aliado a este trabalho, a equipe se propõe a buscar a equipe do Serviço de Atenção às Vítimas de Violência Doméstica (SAVID) para um trabalho interdisciplinar e de restauração direta entre a vítima e o acusado.

Para a realização desse trabalho, uma equipe de oito profissionais e seus estagiários efetuam atendimentos individuais e em grupo, entrevista motivacional e intervenção breve, práticas circulares restaurativas, constelações familiares, fomento da rede parceira, encaminhamentos e acompanhamento, além das informações mensais ao juízo competente sobre a participação e adesão de cada participante às atividades propostas.

clica