Direito Global
blog

Fraude na Unimed

Polícia Federal abriu um inquérito pra investigar se a antiga gestão da Unimed-Rio cometeu fraude fiscal. Desde 2015, a operadora de planos de saúde é monitorada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar por causa de problemas financeiros. As fraudes investigadas chegam a ordem de R$ 500 milhões. De acordo com a ANS, a dívida da Unimed-Rio é de R$ 2,6 bilhões.

A Polícia Federal investiga agora 21 pessoas que atuavam no comando da Unimed-Rio no período em que as irregularidades foram constatadas. A PF quer saber se essas pessoas praticaram crime contra o sistema financeiro nacional.

Entre os investigados está o ex-presidente da Unimed-Rio, Celso Barros, que deixou o cargo em julho do ano passado. Celso Barros ficou conhecido também por sua relação com o Fluminense, equipe que era patrocinada pela Unimed até 2014. Ele também concorreu à presidência do clube no ano passado, mas não ganhou.

clica