Direito Global
blog

Poupadores 1 x 0

Começou hoje (13) o julgamento, na 2 Seção de Direito Privado do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o Recurso Especial (RE) 573.232-SC, que pode limitar a capilaridade das ações coletivas de defesa do consumidor e tem grande interesse das instituições financeiras. O relator, ministro Raul Araújo Filho, em um voto de 80 páginas, votou a favor dos poupadores. Segundo o advogado Luiz Fernando Pereira, que subiu à tribuna em defesa dos poupadores, afirmou que “o voto foi denso, claro e arrasador”. O julgamento foi suspenso e deve voltar à pauta de julgamento nos próximos dias.

clica