Direito Global
blog

Assessor da OAB gaúcha

O jornalista Carol Majewsky, de 52 anos, foi encontrado morto no apartamento em que vivia na noite de segunda-feira (15), no Centro de Porto Alegre. Quem encontrou o corpo foi o seu filho adotivo. Carol era conhecido por ter atuado como assessor de imprensa da seccional do Rio Grande do Sul da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RS). A polícia suspeita de latrocínio.

De acordo com a polícia, o filho tentava contato há dois dias. Foi quando ele decidiu ir até o apartamento onde o pai vivia na Rua Riachuelo, por volta das 21h de segunda. No local, ele se deparou com o corpo do pai na cama, com marcas de facadas. Uma análise preliminar da perícia apontou que Carol pode ter sido asfixiado com um travesseiro. A polícia identificou que objetos de valor foram levados do apartamento, o que levanta a hipótese de que ele possa ter sido morto em um roubo.

As câmeras de monitoramento do prédio registraram a entrada de dois homens no apartamento no último domingo (14), possivel data do crime. Ninguém foi preso até o momento.

clica