Direito Global
blog

Barateamento eleitoral

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), defendeu uma reforma política que traga o barateamento das eleições, aumente a representatividade do Congresso e facilite a governabilidade. O custo de uma campanha eleitoral, discorreu, é desproporcional em relação aos valores ganhos por um político eleito durante o seu mandato.

“O custo para se eleger um deputado num estado é hoje de 5 a 10 milhões de reais, enquanto o valor recebido por um deputado nos quatro anos de mandato é de 1,1 milhão de reais. O alto custo afasta o surgimento de novas lideranças, que não sejam herdeiros políticos ou que não tenham patrocinadores. Essa diferença entre o custo e o que se arrecada é um importante fator de corrupção eleitoral”, pontuou o ministro, em palestra no Congresso Brasileiro de Direto Eleitoral, em Curitiba.

clica