Direito Global
blog

Padre pedófilo

O tribunal do Vaticano condenou hoje (23) um padre, ex-assessor na embaixada do Vaticano em Washington, a 5 anos de prisão por posse e distribuição de pornografia infantil.

O monsenhor Carlo Alberto Capella admitiu ter visto as imagens durante o que chamou de um período de “fragilidade” e crise interior desencadeano por sua transferência para trabalhar como núncio apostólico (embaixador da Santa Sé) na embaixada do Vaticano em Washington.

O presidente do tribunal, Giuseppe Dalla Torre, leu o veredicto após dois dias de julgamento que terminou com Capella apelando para uma sentença de perdão. Ele disse que o episódio foi apenas um obstáculo de uma vocação sacerdotal que ele amava e gostaria de continuar seguindo. (G1)

clica