Direito Global
blog

Morte em show

Em audiência realizada pela 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande (MS), o réu J. de S.C. foi interrogado sobre o homicídio de Adilson Silva Ferreira dos Santos, ocorrido durante uma briga em um show no estacionamento de um shopping de Campo Grande no dia 24 de setembro de 2017.

Ele é agente penitenciário federal e relatou que trabalhava em Campo Grande há cerca de 8 meses quando do ocorrido. Em sua fala, relatou detalhadamente a ação, rebatendo a acusação de homicídio doloso, sustentando que o disparo aconteceu por legítima defesa. Frisou também que a única agressão sofrida pela vítima foi o disparo, ou seja, que não houve uma briga entre os dois, e sim que a vítima foi quem exclusivamente o agrediu até o momento em que houve o tiro.

O agente penitenciário relatou que houve um desentendimento na fila do banheiro, mas nada

clica