Direito Global
blog

Lagoa da Confusão

O Tribunal do Júri da Comarca de Cristalândia , em Tocantins, condenou Leandro Alves Panta e Genivan Francisco Alves pelo crime pelo assassinato de Gilberto Benvindo de Sousa, em abril do ano passado. A audiência foi presidida pelo juiz Wellington Magalhães.

Conforme consta nos autos, no dia 16 de abril de 2017, no município de Lagoa da Confusão, os réus mataram a facadas Gilberto Benvindo de Sousa após uma briga de bar. Ao serem julgados, o conselho de sentença reconheceu a materialidade e a autoria do crime narrado na denúncia e decidiu pela condenação dos acusados por homicídio qualificado, na forma dos artigos 121, § 2°, inciso IV (recurso que dificulte a defesa do ofendido) e 29 (concurso de pessoas), todos do Código Penal.

Leandro Alves Panta foi condenado a 13 anos de reclusão e Genivan Francisco Alves recebeu pena de oito anos de reclusão, ambos em regime inicial fechado. Os réus ainda terão que arcar com indenização em favor da mãe da vítima, a fim de reparação dos danos causados, no valor de R$ 50 mil.

clica