Direito Global
blog

Quinto: Jorge Maurique

Opinião do ex-presidente da Ajufe, desembargador federal aposentado e atualmente advogado, Jorge Maurique sobre o Quinto Constitucional da advocacia e do Ministério Público:

“O quinto constitucional surgiu com a perspectiva de contribuir para a magistratura ter uma visão de alguém de fora da carreira. De regra a experiência foi boa pois era uma espécie de reconhecimento e homenagem ao trabalho de advogados e membros do mp que se destacavam. Trouxe grandes nomes para o Poder Judiciário e isso é positivo. Aqueles que chegaram aos tribunais pelo quinto constitucional (ou terço, no caso do STJ) em regra tem contribuído muito com o Poder Judiciário, como Ellen,Theori, Noronha, Mussi, Humberto, Thompson, Galeno e tantos outros”.

clica