Direito Global
blog

A indústria da terceirização

Do diretor de Relações Institucionais do MATI – Movimento da Advocacia Trabalhista Independente e procurador do Sindicato dos Advogados do Estado do Rio de Janeiro, Nicola Manna Piraino:

” Ao assistirmos uma série de reportagens sobre desvios milionários em órgãos de saúde de estados e municípios brasileiros, sempre é bom recordar a máxima de que: “não existe corrupto, sem corruptor”. Desde sempre, se sabe que várias organizações sociais, que administram hospitais públicos, corrompem membros dos governos estaduais e municipais, desviando preciosos recursos monetários, que deveriam ser aplicados na compra de equipamentos e remédios, por exemplo.

A terceirização, que virou uma indústria, tamanha a sua disseminação, é um grande mal, porque ao invés de melhorar a prestação dos serviços, se transformou em uma fonte permanente de corrupção, em grave prejuízo para a população, principalmente os mais pobres, que necessitam do bom funcionamento dos serviços públicos, principalmente na saúde, o que inclui também a cessão de pessoal, ao invés de fazer os concursos previstos na Constituição Federal.

Nestes tempos de pandemia do novo coronavirus, a situação é muito mais dramática.

clica