Direito Global
blog

Ives Gandra cotado para o STF

Não será surpresa para o mundo jurídico em Brasília se o ex-presidente do TST e decano da Corte, ministro Ives Gandra Martins, paulista de 61 anos, for o escolhido pelo Presidente da República para ocupar a vaga do decano do STF, ministro Celso de Mello que se aposenta em novembro próximo por atingir a idade constitucional de 75 anos para permanecer no serviço público federal. Atualmente, como na época de Temer, Ives Gandra tem um apoio importante dentro do Supremo para que o seu nome seja o escolhido no final do ano: o ex-presidente da Corte, Gilmar Ferreira Mendes.

Não é a primeira vez quer o nome de Ives Gandra é especulado com intensidade para ocupar uma vaga no mais importante tribunal do país. Durante o período em que Michel Temer ocupou a Presidência da República e surgiu uma vaga para o Supremo o nome do decano do TST esteve muito próximo de ser o indicado. Ele perdeu a indicação para o então ministro da Justiça de Temer, Alexandre de Moraes.

Ives Gandra, filho do jurista Ives Gandra Martins, está no TST desde 14 de outubro de 1999. Entrou na vaga da já falecida ministra Cena Moreira Cimini. Cnea foi a primeira mulher a ocupar uma vaga de ministra no Judiciário. Oriunda do TRT do Rio de Janeiro, Cnéa chegou ao TST por indicação do então presidente da República, José Sarney.

clica