Direito Global
blog

A tragédia no estádio Albertão

Em 26 de agosto de 1973, o que era para ser uma grande festa popular, acabou em lamentável tragédia. Hoje faz 47 anos daquele acidente. O jogo inaugural foi entre Fluminense (RJ) e Tiradentes (Piaui). Foi interrompido quando ocorreu a tragédia e quando voltou, os jogadores estavam desanimados. O jogo terminou 0x0. Quem estava presente na inauguração era o menino que torcia para o Fluminense, Roberto Veloso. Ele estava acompanhado dos pais. Veloso hoje é juiz federal e recentemente presidiu a Ajufe.

Outro juiz, o desembargador Gustavo Tadeu Alkmin, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 1a Região (RJ), torcedor do tricolor carioca, era menino na época mas lembra de detalhes da partida: “O Flu estreava Brunel, um grande zagueiro (uruguaio, acho), e vinha com o título do carioca, comandado por Pintinho, Cleber, recém saídos do juvenil, além do veterano Félix e Manfrini. Mas não fomos bem neste Brasileiro. Acho que Gerson, fim de carreira, e o argentino Artime jogaram. O grande Lula saiu logo depois pra ser campeão no Inter de Falcão e Carpeggiani”.

Quem também estava no estádio neste jogo de inauguração foi o advogado Nelson Nery Costa. Tinha na ocasião 12 anos e estava do lado oposto onde ocorreu o acidente.

O relógio marcava 26 minutos, e o árbitro pernambucano Sebastião Rufino interrompeu a partida que só continuaria cerca de 40 minutos depois. Por um mal entendido, o jogo parou. O momento aguardado ansiosamente pelos piauienses virou, subitamente, palco de terror.Há quase cinco décadas, um torcendo gritava da “geral” que o Albertão estava caindo, depois de um tremor causado devido à passagem de um avião que sobrevoou o estádio. O desespero, decorrido muito porque o público sabia que naquele momento o estádio estava somente com a primeira fase de sua construção concluída, tomou conta do espetáculo. O jogo entre o Tiradentes-PI e o então campeão carioca, Fluminense, foi suspenso para que jogadores e jornalistas socorressem os feridos.

O estádio Governador Alberto Tavares Silva, ou simplesmente Albertão, é o maior estádio de futebol do Piauí, e o terceiro maior do Nordeste. Tinha capacidade para 60.000 torcedores quando inaugurado. Hoje tem capacidade para 44 mil torcedores.

clica