Direito Global
blog

Israel homenageia Fux e Barroso

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, recebeu homenagem da embaixada israelense nesta quarta-feira (14), em Brasília. A medalha Jerusalém de Ouro é uma condecoração pela contribuição para o fortalecimento da comunidade judaica brasileira e o estreitamento da relação com Israel. Em julho último, o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, concedeu a medalha de Jerusalém ao ministro do STF e atual presidente do TSE, Luis Roberto Barroso.

A honraria concedida ao ministro Barroso por sua trajetória jurídica e dedicação no fortalecimento das relações entre Brasil e Israel foi entregue durante almoço em Brasília. Filho de mãe judia e neto de judeus gregos que vieram para a América do Sul na década de 1920, Barroso falou sobre seu envolvimento com o judaísmo e com Israel, onde esteve duas vezes, uma delas a convite da Conib (Confederação Israelita do Brasil), e de como se maravilhou com a sociedade alegre, colorida e multirracial que encontrou por lá.

“É impossível alguém ir a Israel e não se impressionar com aquela diversidade. Israel se tornou hoje um lugar de vanguarda em matéria de tecnologia. A visita foi maravilhosa, não foi apenas uma visita turística (ele deu detalhes de onde esteve),foi uma das coisas boas que eu fiz na vida do ponto de vista de prazer espiritual e de prazer intelectual, que para mim também é muito importante”, destacou o ministro Barroso.

Luiz Fux é o primeiro judeu a assumir vaga na mais alta Corte brasileira. O ministro provém de uma família exilada da 2ª Guerra Mundial. Seu avô materno exercia função de juiz arbitral na coletividade e o pai, Mendel Wolf Fux, era imigrante romeno naturalizado brasileiro e advogado da área de contencioso cível.

Ao receber a homenagem das mãos do embaixador Yossi Shelley, o ministro lamentou que, apesar de seguir os valores e princípios do judaísmo, nunca esteve no país e lembrou os versos do hino de Israel – em hebraico e português – que costumava cantar nos tempos do colégio em que estudou no Rio de Janeiro.

clica