Direito Global
blog

Os 95 anos do arcebispo-emérito de Brasília

Único cearense que chegou ao cargo de cardeal da Igreja Católica, o arcebispo-emérito de Brasília, Dom José Cardeal Freire Falcão completa hoje (23) 95 anos. Nascido no interior do Ceará, na cidade de Ererê, estudou no seminário da Prainha, em Fortaleza, e ordenou-se padre em Limoeiro do Norte em 19 de junho de 1949. Até 1967, trabalhou na diocese de Limoeiro do Norte, no ministério pastoral, e foi vice-diretor do Liceu Diocesano. Foi membro da faculdade do seu seminário menor e outras instituições de ensino e assistente eclesiástico da Ação Católica.

Foi criado cardeal no consistório de 28 de junho de 1988, recebendo o barrete cardinalício e o título de cardeal-presbítero de San Luca a Via Prenestina no mesmo dia. Frequentou a VIII Assembleia Ordinária do Sínodo dos Bispos, na Cidade do Vaticano, entre 30 de setembro e 28 de outubro de 1990 e a IV Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano de Santo Domingo, na República Dominicana, entre 12 e 28 de outubro de 1992.

Em 1984, a história de Dom Falcão começou a se confundir com a trajetória de Brasília. Ele tornou-se o segundo arcebispo da cidade e ocupou o posto por exatos 20 anos, até 2004 ; quando renunciou em razão da idade avançada. Entre as mais notáveis memórias, está a visita que o papa João Paulo II, hoje considerado santo pela Igreja Católica, fez a Brasília, em 1991.

Como cardeal, ele participou do conclave que elegeu o papa Bento XVI e passou a integrar uma série de reuniões no Vaticano. Agora, aposentado, ele não exerce funções, mas mantém contato com os antigos irmãos de caminhada. Dom Marcony Vinícius Ferreira, bispo auxiliar de Brasília, foi secretário de dom Falcão durante quase todos os anos em que esteve à frente da Arquidiocese de Brasília.

Renunciou ao governo pastoral da arquidiocese após ter atingido a idade limite, em 28 de janeiro de 2004. Foi sucedido por Dom João Braz de Aviz

clica