Direito Global
blog

Batalha e a obrigatoriedade do voto

Um dia após a eleição deste final de semana o site direitoglobal.com.br perguntou a autoridades jurídicas que já atuaram nos cargos de cúpula da Justiça Eleitoral se não chegou o momento do país acabar com a obrigatoriedade do voto:

Advogado no Rio de Janeiro, Sergio Batalha:

“Discordo, a cidadania concede direitos e impõe obrigações. A participação política é uma destas obrigações, justificada pela relevância da escolha dos governantes e representantes políticos. O voto facultativo estimula o descompromisso com a política, criando no cidadão a ilusão de que ele não é responsável pelos atos dos agentes políticos eleitos. Se o cidadão não se sente representado pelos candidatos, pode se expressar por meio do voto branco ou nulo. Mas não podemos estimular a alienação política, valendo ressaltar que nos países que adotam o voto facultativo são sempre os mais pobres e menos instruídos que deixam de votar, o que acaba estimulando um aumento da desigualdade social”.

clica