Direito Global
blog

Crime inacreditável

O Juízo da Vara Única da Comarca de Santana do Araguaia (Pará) condenou a 27 anos de reclusão o réu Cleyton Ramos França, pelo crime de estupro cometido contra sua própria filha, que era uma bebê de 14 dias. A recém nascida não resistiu e faleceu. Na decisão, o juiz Erichson Alves Pinto manteve a prisão do acusado e determinou a detração da pena do período que permaneceu preso. Assim o réu cumprirá 26 anos, 1 mês e 10 dias de prisão.

De acordo com o processo, a criança foi levada ao hospital onde foi detectado a sua dificuldade para respirar, recebendo o atendimento correspondente da equipe médica com técnicas de reanimação. Após o falecimento do bebê, a equipe procedeu a limpeza do corpo, quando verificaram a anormalidade e entenderam tratar-se de estupro, sendo tomadas as providências para a apuração do crime. O acusado foi preso em flagrante.

Ainda conforme o processo, no dia do falecimento da criança, em perícia realizada no aparelho celular do acusado, foi constatada a realização de busca de vídeos de conteúdo adulto do tipo “sexo caseiro com novinhas”. O processo foi instruído com testemunhas da equipe médica e com laudos periciais.

clica