Direito Global
blog

Morre jurista René Ariel Dotti

Morreu hoje de manhã (11), o advogado René Ariel Dotti. Ele tinha 86 anos e era um dos profissionais da área criminalista mais respeitados do Brasil. Dotti foi vítima de uma parada cardiorespiratória em sua casa na capital paranaense. 

Nascido em Curitiba no Dia da República, a 15 de novembro de 1934, Dotti formou-se em Direito pela Universidade Federal dao Paraná (UFPR) em 1958, década em que começou a atuar na advocacia.

Destacou-se na luta contra a ditadura militar, defendendo jornalistas, sindicalistas, professores, estudantes e tantos quantos foram perseguidos pelo regime. Por quase seis décadas, Dotti contribuiu com o ensino jurídico, com diversos livros e pareceres.

Dotti deixa a esposa Rosarita, as filhas Rogéria e Cláudia, e os netos Gabriel, Pedro, Lucas e Henrique, além de uma legião de admiradores na área do Direito e em todas as esferas da sociedade.

Dotti participou casos polêmicos, como a defesa da Petrobras nos julgamentos envolvendo a Operação Lava Jato. Defendeu o ex-deputado Carli Filho no polêmico caso envolvendo o acidente que vitimou Gilmar Yared e Carlos Murilo de Souza, em 2009. Na época da ditadura militar, defendeu senadores e ex-deputados.

Dotti integrou o corpo docente de várias universitárias, bem como diversos conselhos e comissões, inclusive nos governos municipal, estadual e federal, além da Ordem dos Advogados do Brasil. Autor de pelo menos 10 livros e centenas de artigos, era referência para os alunos de direito de todo o país.

O ex-presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante lamentou a morte do professor Ariel Dotti: “O Professor René Dotti foi conselheiro federal entre 2010/2013, quando fui Presidente do CFOAB. Um grande ser humano, pai, esposo, professor, jurista, advogado e um democrata. Um homem educado, sério, trabalhador e consciente de que a advocacia pode ser, quando utilizada com ética e solidariedade, um grande instrumento de defesa da sociedade, especialmente das liberdades. Foi um homem culto que estava à frente do seu tempo. Perde a advocacia, a academia e o país com essa partida de um republicano.

Extraordinário jurista e grande ser humano. Dele, no convívio das sessões do Conselho Federal, tivemos ótimas lições. Enorme perda para a advocacia como para a cultura jurídica e em especial na área penal.

O renomado advogado mineiro José  Murilo Procópio comentou a perda de Ariel Dotti: ” Extraordinário jurista e grande ser humano. Dele, no convívio das sessões do Conselho Federal, tivemos ótimas lições. Enorme perda para a advocacia como para a cultura jurídica e em especial na área penal. ”

O ex-presidente nacional da OAB, Reginaldo Oscar de Castro também comentou o falecimento do advogado Ariel Dotti: ” O Paraná e o Brasil perdem hoje um grande e exemplar advogado. Sempre tive René Ariel Dotti como um parâmetro de excelência da advocacia brasileira. Fará muita falta entre os que defendem os princípios humanitários imanentes ao exercício da nossa profissão”.

O ex-integrante da Corte Internacional da Haia, ministro aposentado do STF e ex-presidente do TSE, ministro    Francisco Rezek lamentou a perda do amigo: ” Do Professor Dotti ficam lições extraordinárias, só boas lembranças e uma enorme saudade”.

Do ex-presidente nacional da OAB, Roberto Busato: ““ O mundo jurídico e a democracia, ficaram menores no dia de hoje com o passamento do Professor e Jurista Rene Ariel Dotti, nome que foi forjado na luta diuturna em prol do estado democrático de direito, da advocacia ética e do sentimento de promover a defesa de seus concidadãos, essas as características que construíram uma vida brilhante e repleta de conquistas, agora descansa o inesquecível guerreiro”.

Da juíza de Direito aposentada do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e ex-deputada federal pelo Rio de Janeiro, Denise Frossard: “Jurista excepcional . Conhecia profundamente o Direito Criminal. Qualquer  caso que ele patrocinasse dava um trabalho enorme para a Promotoria e o Juiz era agraciado com o que de melhor existia no Direito Criminal! Perde o Direito…”

clica