Direito Global
blog

Dia do Descobrimento do Brasil

O 22 de abril ficou marcado nos livros como o Dia do Descobrimento do Brasil. Esse significativo acontecimento, ocorrido no ano de 1500, portanto há 521 anos, remete à chegada dos portugueses em terras brasileiras, que foi possível por meio da expedição liderada por Pedro Álvares Cabral.

A vinda dos portugueses deu início a fase da chamada colonização – período que resultou na comercialização do pau-brasil, exploração da mão de obra indígena e implantação do sistema de capitanias hereditárias. Durante anos acreditou-se o Dia do Descobrimento do Brasil fora 3 de maio, porém a carta escrita por Pero Vaz de Caminha esclareceu o mal-entendido.

Apesar da importância histórica e simbólica, o 22 de abril não é feriado. No entanto, nem sempre foi assim, pois até 1930 – antes de uma lei sancionada pelo então presidente Getúlio Vargas – a data fazia parte do calendário de feriados nacionais.

Uma das primeiras intervenções portuguesas foi o batismo da nova terra. Como houve várias mudanças no nome, o historiador Gaspar Correia entendeu que a alteração de Terra de Vera Cruz para Terra de Santa Cruz era um indício de que a chegada no Brasil tinha ocorrido em 3 de maio, pois nesta data era celebrada em Portugual a Santa Cruz.

Por esse motivo, durante muito tempo, o Dia do Descobrimento do Brasil era lembrado em 3 de maio. Somente na metade do XIX, quando a carta de Pero Vaz de Caminha foi descoberta pelo padre Manuel de Aires de Casal, em meio a milhares de documentos, que a informação foi finalmente esclarecida. A carta do escrivão trazia diversos detalhes sobre a nova terra e, com isso, também indicava a data exata em que os barcos portugueses avistaram e atracaram nas terras brasileiras, mais precisamente onde hoje está situada a cidade de Porto Seguro (BA).

Antes da descoberta e divulgação da carta, o dia do descobrimento passava despercebido. Foi após a Proclamação da República, por meio de decreto eleborado pelo governo provisório, que o 3 de maio tornou-se feriado nacional e assim permaneceu até a Era Vargas.

De forma resumida, o Dia do Descobrimento do Brasil é um dos resultados do que ficou conhecido como grandes navegações – explorações marítimas realizadas pelos portugueses ao longo do século XV. As expedições pelo oceano Atlântico trouxeram inúmeros benefícios, a exemplo do acúmulo de riquezas. Embora os espanhóis já tivessem chegado ao continente americano, Portugal foi considerado pioneiro nesse tipo de exploração.

Isso foi possível, segundo historiadores, em razão de fatores políticos, econômicos e geográficos. O país, além de ter um território unificado, desfrutava de estabilidade política desde a Revolução de Avis, que teve início com o reinado de João, mestre de Avis. Foram essas condições favoráveis que possibilitaram o desenvolvimento comercial e tecnológico, garantindo também avanços nas navegações.

As explorações marítimas planejadas pelos portugueses tinham o objetivo de expandir os seus interesses comerciais, militares e religiosos. Além disso, como já possuíam um forte centro comercial em Lisboa, era necessário manter relações com a Índia, região que nutria amplo mercado de especiarias.

Como a rota tradicional para chegada na Índia, que passava por Constantinopla e havia sido interditada, Portugual achou necessária a navegação atlântica para que pudesse obter uma nova passagem e assim ter acesso às mercadorias que eram requisitadas por toda a Europa.

Foi então que tentantaram contornar a costa sul do continente africano, feito que apenas teve sucesso em 1488. Mas, durante as inúmeras tentativas, conseguiram fazer outras descobertas, como as ilhas Canárias, Madeira, Açores e Cabo Verde.

Após assinatura do Tratato de Tordesilhas – um acordo entre Espanha e Portugal que tinha o intuito de delimitar a exploração de nova terras – os portugueses organizaram uma expediação com 13 embarcações e uma tribulação com 1500 homens, tudo isso chefiado pelo capitão-mor Pedro Álvares Cabral. A ideia era dar continuidade às transações comerciais com a Índia, mas também investigar as possibilidades nos lados da América.

A expedição de Cabral primeiro chegou em Cabo Verde, especificamente no dia 22 de março. Depois disso, seguiu viagem e cruzou a Linha do Equadror em 9 de abril. Dias mais tarde, em 21 de abril, os primeiros sinais de terra foram avistados pelos marinheiros, a presença de algas marinhas. Na manhã do dia seguinte, 22 de abril, perceberam aves nas proximidades dos barcos e, no entardecer desse mesmo dia, viram o Monte Pascoal. Essse momento então ficou conhecido na história como o Dia do Descobrimento do Brasil.

clica