Direito Global
blog

Ditadores inspiram obra premiada

A Academia Catarinense de Letras entrega na próxima quinta-feira (13) os prêmios literários referentes a 2020, em solenidade na sua sede em Florianópolis. Entre os premiados, o advogado, jornalista e escritor Ernani Buchmann, autor do livro Imperadores de Opereta – os ditadores latino-americanos como fontes da literatura. A obra foi escolhida como Melhor Ensaio de autor nascido em Santa Catarina.

Natural de Joinville, Ernani vive em Curitiba desde a infância, com passagens também por Recife e Rio de Janeiro. Dirigiu a comunicação da OAB/PR durante mais de 10 anos e, atualmente, coordena o setor de jornalismo da FecomércioParaná, responsável pela publicação da primeira edição do livro. É presidente da Academia Paranaense de Letras.

Imperadores de Opereta traz extensa relação de obras baseadas na vida sob ditaduras e ditadores. “São livros que retratam o que esses regimes podem ter de mais violento, grotesco, farsesco e hilariante. Os ditadores são mestres em perder a noção da realidade. Um bom exemplo é o General Santa Ana, ex-ditador do México por diversas vezes, que mandou sepultar com todas as pompas, e as benções do bispo, a perna que perdeu em combate. A cada vez que retornava ao poder, a perna era exumada e sepultada outra vez”, diz o autor.

Escrita em linguagem corrente e agradável, a obravai ganhar edição revista e ampliada pela Editora Almedina, dentro da coleção Abelha: Mel & Ferrão, dirigida pelo escritor Deonísio da Silva, membro da Academia Brasileira de Filologia e da Academia de Ciências de Lisboa, conhecido pelas suas participações na mídia falando sobre a origem das palavras. O livro deve ser lançado até julho no Brasil, Portugal e na África lusófona.

clica