Direito Global
blog

Direito dos ciclistas

O Ministério Público do Amazonas (MPAM), por meio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), realiza, amanhã (11) e quinta-feira (12), debate virtual acerca do uso de bicicletas no sistema de mobilidade urbana de Manaus, com vistas a assegurar o direito de acesso às cidades. O evento, idealizado pelo titular da 63ª Promotoria de Justiça Especializada na Proteção e Defesa da Ordem Urbanística, Paulo Stélio Sabbá Guimarães, após reunião por videoconferência com integrantes da ONG Pedala Manaus e participação da Promotora de Justiça, Aurely Freitas, que é ciclista e “entusiasta deste modal de transporte”.

“A mobilidade urbana é tema de interesse de toda a coletividade pelo impacto que gera na qualidade de vida das pessoas que moram em áreas mais desenvolvidas, como é o caso de Manaus. Na reunião, identificamos a necessidade de ampliar o conhecimento sobre o tema, considerando o direito de acesso às cidades, as políticas públicas e a realidade de nossa Capital. A mobilidade urbana nesse modal bicicleta é boa para a saúde e para o ambiente, devendo, portanto, ser olhada de maneira mais carinhosa pelo poder público”, ressaltou o Promotor de Justiça Paulo Stélio Sabbá Guimarães.

Na avaliação da Promotora de Justiça Aurely Freitas, o evento é um marco na luta de tantos ciclistas por mais estrutura para a ciclomobilidade no Amazonas. “Como ciclista e membro do Ministério Público, sinto-me contemplada quando um tema dessa magnitude é submetido a discussão e ganha visibilidade dentro da minha Instituição. Precisamos ampliar o debate, levando essas informações a toda a população, afinal o acesso às cidades é um direito. Por isso, tem sido um prazer ajudar a organizar esse evento, junto com o Ceaf, a Coordenação de Urbanismo e Meio Ambiente e a 63ª Promotoria de Justiça e o Pedala Manaus”, avaliou.

clica