Direito Global
blog

A história de Ladeira e Almir

A turma acima dos 60 anos vai lembrar bem de Ladeira, o Adaílton Ladeira, ex-atacante do Bangu, do Náutico (vice-campeão da Taça Brasil de 1967), e que amanha, dia 23 de agosto, irá completar 80 anos. Ele jogou em outros times e hoje é um dos mais corretos e competentes técnicos de juniores do futebol do Brasil. Ladeira entrou para a história do futebol em 1966 quando participou daquela final dramática no Maracanã em 18 de dezembro de 1966 e que não teve volta olímpica do Bangu – que foi campeão ao golear o Flamengo, do goleiro Valdomiro, por 3 a 0 -, mas que teve muita polêmica. O árbitro foi Airton Vieira de Morais, o Sansão, já falecido.

Depois de fazer sucesso jogando no futebol paulista, Ladeira — ex-atacante do Jaboticabal, São Paulo e América-SP — chegou ao Bangu para assumir a posição de titular durante o Campeonato Carioca de 1966. Iniciou muito bem o segundo turno, marcando três gols em dois jogos e depois diminuiu o ritmo.

Na decisão contra o Flamengo, Ladeira foi, ao lado de Almir Pernambuquinho, a figura principal de um conflito generalizado. Aos 26 minutos do segundo tempo, Paulo Henrique e Ladeira trocaram pontapés no meio-campo, e o jogador do Flamengo queixou-se de ter levado um tapa no rosto. Almir, nas proximidades, veio correndo feito um louco e, depois de procurar Ladeira, deu-lhe um soco que pegou de raspão. Ladeira correu e Almir o perseguiu.

Quando Ladeira passava perto de Itamar, este pulou com os dois pés em seu peito, escorando-o. Ladeira, inteiramente grogue, caiu ao chão e disso se aproveitou Almir para chutar sua cabeça, num bolo de jogadores. Após a balbúrdia, o Bangu sagrou-se campeão carioca. Em 1968, foi negociado com o Náutico e, posteriormente, atuou no Guarani, onde se aposentou como jogador e iniciou-se como treinador.

BANGU 3 x 0 FLAMENGO

Data : 18/12/1966

Árbitro : Airton Vieira de Moraes

Público : 143 . 978 torcedores

Bangu: Ubirajara, Fidélis, Mário Tito, Luís Alberto e Ari Clemente; Jaime e Ocimar; Paulo Borges, Ladeira, Cabralzinho e Aladim.

Flamengo: Valdomiro; Murilo, Jaime, Itamar e Paulo Henrique; Carlinhos e Nelsinho; Carlos Alberto, Almir, Silva e Oswaldo

Gols: Ocimar, Aladim e Paulo Borges.

clica