Direito Global
blog

Se fosse europeu ?

“Se o inventor fosse europeu, a Fifa não desrespeitaria a invenção e pagaria os devidos direitos”.

A afirmação é de um ministro aposentado e hoje atuando novamente no seu escritório de advocacia em Brasília ao comentar a notícia de que no próximo dia 27 de janeiro a 14ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) irá julgar o processo da Fifa em relação ao recurso que deu ganho de causa à empresa Spuni, inventora brasileira do spray de demarcação de barreira do futebol.

clica