Direito Global
blog

Cezar Britto, 60 anos

Um dos mais importantes advogados brasileiros, nascido no município sergipano de Propriá, Cezar Britto – ex-presidente do Conselho Federal da OAB e da OAB de seu estado – completa hoje (08.02) 60 anos. A data do seu aniversário tem um gosto especial, segundo ele: ” Eu devia ter ficado desconfiado quando a minha formatura coincidiu com o dia do meu aniversário. Devia ter lido o sinal que se revelava no aquariano 08 de fevereiro. Nascer para a vida e renascer na advocacia era o destino ali traçado. Mas o dia 8 de fevereiro reservou outro presente em mim, a Câmara de Vereadores de Aracaju concedeu-me o título de Cidadão Aracajuano, a minha Terrinha… E assim começa o meu 8 de fevereiro de 2022…”.

Cezar Britto é sergipano nascido na cidade de Propriá, formado em direito pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), casado e pai de quatro filhos. É advogado de várias entidades sindicais, movimentos populares e organizações não governamentais. É membro honorário vitalício da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). É ainda membro da União Internacional dos Advogados (UIA), Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas (ABRAT), Associação Luso Brasileira de Juristas do Trabalho (JUTRA) e Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB). Tem escritório profissional em Brasília, Sergipe, Minas Gerais e Alagoas.

É diretor técnico da Revista Fórum de Direito Sindical, consultor do Instituto dos Advogados Previdenciários (IAPE) e membro da Academia Sergipana de Letras Jurídicas. Foi presidente da OAB NACIONAL (2007-2010), presidente da União dos Advogados da Língua Portuguesa, conselheiro federal e secretário-geral da OAB, conselheiro seccional e presidente a OAB/SE (1993/1994), conselheiro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), conselheiro do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (CDDPH), vice-presidente (Nordeste) e diretor de relações internacionais da ABRAT, presidente e fundador da Sociedade Semear.

Foi presidente da Comissão Nacional de Relações Internacionais da OAB, vice-presidente Nacional do Consejo de Colegios y Órdenes de Abogados del Mercosu e participou ativamente de movimentos estudantis. Recebeu várias medalhas, destacando-se a Ordem João Mulungu, outorgada pela Casa de Cultura Afro-Sergipana; comendador da Ordem do Mérito Trabalhista, outorgada pelo TRT-20; comendador da Ordem do Mérito Serigy, outorgada pelo Município de Aracaju, comendador e Grande Oficial da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, outorgadas pelo TST; comendador da Ordem do Mérito do STM; comendador da Ordem do Rio Branco, outorgada pelo Itamaraty e Governo Federal; comendador da Ordem do Mérito Aperipê, outorgada pelo Estado de Sergipe; Medalha de Ouro outorgada pela Ordem dos Advogados de Portugal; Comenda do Mérito Legislativo, outorgada pela Câmara dos Deputados; e Medalha do Mérito Parlamentar, outorgada pela Assembleia Legislativa de Sergipe.

Fez várias conferências nacionais e internacionais. Publicou livros de crônicas (Nos alpendres da vida e Caminhadas), direito (A inviolabilidade do direito de defesa, A Contratação do Advogado Sindical e Fiz-me Advogado na Luta) e romances (Almas livres, corpos libertos e Um lugar longe do mundo), de poemas em prosa (140 curtidas) e peça teatral (Mulheres que ousam escolher), além de várias obras coletivas, artigos em revistas e sites especializados.

clica