Direito Global
blog

Música “Meu Mel” está na justiça desde 1983

Em 1983, o então desconhecido Markinhos Moura – Marcus Antônio Sampaio Moura – aos 20 anos, fez uma participação no “Fantástico”. Ele interpretou uma canção de Elis Regina. Com um timbre de voz parecido com o da cantora, foi apresentado quase como um sósia vocal. Mas o sucesso só veio em 1987 com a música Meu Mel, que vendeu mais de 100 mil cópias, conquistando fama nacional com presença constante em programas de TV como Chacrinha, Bolinha, Xou da Xuxa, Globo de Ouro, entre outros.

Trinta e cinco anos depois, aos 59 anos – completa 60 anos em 13 de junho – esse cearense de Fortaleza está em boa forma física. O cantor mora no Largo do Arouche, em São Paulo, continua na música e, em paralelo com a atuação, tendo feito algumas peças teatrais. E conta com a ajuda de seus amigos. No entanto, até hoje, o Markinhos Moura não ganhou dinheiro com o sucesso da canção. O auge em Meu Mel, na verdade, acabou com uma dor de cabeça com uma briga judicial que se arrasta por anos contra a extinta gravadora Copacabana.

“Quem ganha hoje são os compositores, eles até hoje recebem, eu ganho quando toca com a minha voz, e essa música já foi regravada centenas de vezes. Então, sou o que menos ganhei nessa história”, lamenta.

clica