Direito Global
blog

Condomínio Portal das Flores

O juiz Jesseir Coelho de Alcântara vai presidir hoje (20) o júri popular de João Henrique Barbosa de Oliveira, de 32 anos, acusado de tentar matar a tiros pessoas que estavam nas proximidades de uma churrasqueira, num condomínio de Goiânia. Ele atingiu três pessoas, sendo Rhaina Lima, Neyanne de Souza e Daniel Rodrigues. O crime aconteceu no dia 8 de setembro de 2018, dentro do Condomínio Portal das Flores, no Setor Negrão de Lima. O julgamento acontece a partir das 8h30 no auditório do Fórum Criminal, nesta capital. João Henrique permanece preso na Casa de Prisão Provisória.

No dia do fato, o denunciado e um homem estavam numa confraternização, quando começaram a discutir, motivo pelo qual o réu deixou o local na companhia de um amigo, de nome Juscimar. Logo após o encerramento da festa, algumas pessoas foram embora, porém, outras permaneceram na área de lazer limpando o local e terminando de assar carne. Na sequência, o denunciado retornou armado, parou na calçada que fica em frente à área de lazer, apontou a arma na direção do grupo de pessoas, nas proximidades da churrasqueira e efetuou vários tiros. Ele atingiu três pessoas, sendo Rhaina Lima na perna e de raspão no braço esquerdo; Neyanne de Souza na perna esquerda e Daniel Rodrigues no pré direito.

Ainda, segundo a denúncia, após a prática do fato, o denunciado fugiu. No entanto, foi localizado pela Polícia Militar e preso em flagrante, tendo inclusive indicado onde estava a arma utilizada, que foi apreendida. Para o Ministério Público de Goiás (MPGO), as vítimas foram surpreendidas com os tiros e, por isso, o denunciado usou de recurso que dificultou a defesa delas. Durante a sessão, sete pessoas serão ouvidas.

clica