Direito Global
blog

Estrada Senador Murilo Badaró

O Plenário do Senado aprovou o projeto de lei que denomina Estrada Senador Murilo Badaró o trecho rodoviário da BR 367 que faz a ligação de pouco mais de cem quilômetros entre os municípios de Minas Novas e Araçuaí, em Minas Gerais. O relator do PL 916/2021 foi o senador Alexandre Silveira (PSD-MG). O relatório foi apresentado pelo relator ad hoc, o senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG). A matéria segue para sanção. O filho, Murilo Prado Badaro, e o neto do senador, Rodrigo Badaró Castro, aplaudiram a decisão do Congresso.

— Homenagem singela e justa ao grande político mineiro que foi o senador Murilo Badaró. (…) Ele conhecia os 853 municípios de Minas Gerais — disse o senador Pacheco. O homenageado foi deputado estadual, deputado federal, senador, advogado, escritor e orador, registra o relatório.

“Na Câmara, Murilo Badaró foi autor do projeto da Emenda Constitucional que criou a Comissão de Desenvolvimento do Vale do Jequitinhonha (Codevale). No Senado, teve importante participação na retomada democrática do país, integrando a Comissão Mista do Congresso encarregada de examinar o projeto de anistia. E, como ministro da Indústria e Comércio, atuou decisivamente para salvar a Açominas, uma das mais importantes siderúrgicas nacionais, da falência”, afirma Alexandre Silveira em seu relatório, lido por Pacheco.

Murilo Paulino Badaró nasceu em Minas Novas em 1931. Formado pela Faculdade de Direito da Universidade de Minas Gerais, iniciou sua vida política em 1958, quando se elegeu deputado estadual, na legenda do Partido Social Democrático (PSD). Em 1966, elegeu-se deputado federal pelo partido Aliança Renovadora Nacional (Arena), sendo reeleito em 1970. Em 1978, Badaró foi eleito senador. No Senado, presidiu a Comissão de Constituição e Justiça. Em agosto de 1984, licenciou-se do cargo para assumir o Ministério da Indústria e Comércio do governo Figueiredo. Em 2004 foi eleito prefeito de Minas Novas pelo Partido Progressista (PP), ex-PPB. Murilo Badaró faleceu em Belo Horizonte, em 2010.

A autora do PL 916/2021 é a deputada Greyce Elias (Avante-MG). Na Câmara, a relatora foi a deputada Alê Silva (PSL-MG). Fonte: Agência Senado

clica