Direito Global
blog

“Um retrocesso”, diz presidente do Instituto Brasil-EUA

Amigo do advogado e conselheiro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), em vaga da OAB, Rodrigo Badaró Castro, o ex- Procurador da Fazenda Nacional em Minas Gerais, o baiano João Carlos Souto preside o Instituto Brasil-Estados Unidos de Direito Comparado. Além disso, Souto é autor de um dos livros mais procurados sobre a história da Suprema Corte americana.

Hoje (24) ele comentou a decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos: “Um retrocesso. É oficial, a Suprema Corte dos Estados Unidos acaba de”reverter” a decisão sobre o aborto, que data der 1973. Os Estados Unidos agora podem legislar proibindo o aborto. Estima-se que mais da metade assim procederão. Fica a lição, um mandato presidencial não se esgota em quatro anos”.

clica