Vara de Redenção

A Vara de Redenção (PA) – que completou 12 anos de funcionamento – conta com 14 servidores, incluindo dois oficias de justiça, e administra a tramitação média de 1.300 processos ao ano. Atualmente preside a unidade a juíza titular Bianca Libonati Galúcio. Para ela a Vara tem uma ‘excelente equipe de trabalho’, com servidores antigos que moram na região há bastante tempo, além de servidores novos comprometidos que ‘adotaram a cidade de Redenção’.

Veja mais

Em Arroio dos Ratos

A Câmara de Vereadores de Arroio dos Ratos (RS) aprovou uma inovadora legislação, tornando a cidade a primeira do Rio Grande do Sul a possibilitar a busca de acordo nas reclamatórias trabalhistas envolvendo o município. O projeto de lei foi apresentado pelo prefeito, José Carlos Garcia de Azeredo, com o apoio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (conhecido como Núcleo de Conciliação), do Tribunal.

Veja mais

Em Campos do Jordão

A Justiça do Trabalho em Campos do Jordão mudará para um endereço melhor. O prefeito da cidade, Frederico Guidoni Scaranello, assinou contrato de locação – que será paga integralmente pelo município – para abrigar o Posto Avançado trabalhista, onde habitualmente atua a juíza substituta Maria Lucia Ribeiro Morando.

Veja mais

Limpeza abandonada

O juiz de direito Rogério Delatorre, da 7ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, determinou o sequestro de R$ 693.911,45 nas contas bancárias do Estado do Rio Grande do Sul. O valor deverá ser utilizado pela SUSEPE (Superintendência dos Serviços Penitenciários do Estado) ou pela autoridade responsável, para contratação emergencial dos serviços de limpeza, cozinha e lixo infecto do Instituto Psiquiátrico Forense Maurício Cardoso.

Veja mais