Compra de votos

No município de Arapoti, centro oriental paranaense, o Ministério Público do Paraná propôs denúncia contra vereador da cidade e um correligionário por crime eleitoral. O MPPR, por meio da Promotoria Eleitoral da 164ª Zona Eleitoral da comarca, sustenta que, nas últimas eleições, em troca de votos, os denunciados forneceram a eleitores “kits” com valor estimado de R$ 150, para a compra de produtos para churrasco (carne, carvão e cerveja). O vereador ainda teria prometido facilitar o processo de aposentadoria de uma eleitora junto ao INSS.

Veja mais

Jogos de azar

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, cumpriu nove mandados de busca e apreensão em operação que apura a prática de corrupção ativa por meio de jogos de azar e lavagem de dinheiro. Os mandados, expedidos dentro da Operação Flamingo, foram cumpridos em duas empresas e sete residências localizadas em Curitiba, em municípios da região metropolitana e na cidade do Rio de Janeiro (um dos mandados).

Veja mais

Trabalhadora agrícola

Uma trabalhadora agrícola de uma lavoura de cana de açúcar teve reconhecido na Justiça do Trabalho o direito à indenização por danos morais no importe de R$ 10 mil em razão de acidente de trabalho caracterizado por intoxicação com agrotóxicos. A Segunda Turma, por maioria, reformou a sentença da 2ª VT de Rio Verde que havia negado o pedido.

Veja mais

Alexandre Gontijo

Vítima de infarte, faleceu hoje (14), no Rio de Janeiro, o advogado Alexandre Gontijo, de 48 anos. Residente no bairro do Leblon, Gontijo sabia tudo de futebol.Gontijo não deixa filhos. A cremação e o velório acontecem amanhã (15), no Memorial do Carmo, no Caju.

Veja mais