“Miserê” de salário de procurador

O procurador do Ministério Público de Minas Gerais Leonardo Azeredo, que chamou de “miserê” um salário de R$ 24 mil, recebeu, em média, R$ 60 mil líquidos por mês em 2019, segundo Portal da Transparência do Ministério Público. O valor soma salário, indenizações e outras remunerações.

Plano de Saúde inviável

O jornalista gaúcho de Porto Alegre mas residindo em Brasília há muitos anos, Fábio Bernardes Marçal enviou hoje (10) comunicado ao Bradesco solicitando o seu desligamento do Plano de Saúde do banco. Diz ele na mensagem: Prezado Senhor – Venho, por meio desta, solicitar o meu desligamento do Plano de Saúde Bradesco devido ao alto…

Details

Caso Neymar

A modelo Najila Trindade Mendes de Souza foi indiciada pela Polícia Civil de São Paulo pelos crimes de fraude processual, denúncia caluniosa e extorsão. Ela acusou o jogador Neymar, da Seleção Brasileira e do PSG, de estupro em maio, em caso arquivado por falta de provas.

Dolce vita no TCE

Em quase 900 dias sem trabalhar, cinco conselheiros afastados do Tribunal de Contas do Estado (TCE), presos pela operação Quinto do Ouro, um desdobramento da Lava Jato no Rio de Janeiro, continuam recebendo salário, perfazendo, até agora, um total de R$ 4,48 milhões. Para que o Tribunal de Contas do Estado deixe de remunerar os…

Details