Mais 15 anos de cadeia

A Justiça Federal do Rio condenou hoje (19) pela quarta vez o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB), ne. Na decisão, relativa à Operação Eficiência, Cabral foi sentenciado a mais 15 anos de prisão por lavagem de dinheiro. Somadas todas as condenações até agora, o peemedebista tem 87 anos de pena a cumprir. O ex-governador responde a outras treze ações penais nas quais ainda não houve sentença.

Veja mais

Operação Calabar

A juíza da Auditoria da Justiça Militar do Rio de Janeiro, Ana Paula Monte Figueiredo Pena Barros, decidiu nesta segunda-feira que 32 acusados de receber propina do tráfico, que chegaria a R$ 1 milhão por mês, além de venda de armas para 41 comunidades de São Gonçalo, vizinha de Niterói, vão poder cumprir a prisão em casa. Entre os beneficiados estão 10 policiais militares envolvidos na Operação Calabar.

Veja mais

As mulheres na advocacia

O Brasil tem no dia de hoje um total de 511.451 mil advogadas. Segundo o presidente do Sindicato dos Advogados do Estado do Rio de Janeiro, Myrthes Gomes de Campos foi a primeira mulher a exercer a advocacia no Brasil e, de 1924 a 1944. Ela trabalhou no Tribunal de Apelação do Distrito Federal, localizado no Rio de Janeiro, então capital do Brasil. De lá pra cá, elas ocuparam as faculdades de Direito e atualmente representam 48% da advocacia brasileira credenciada pela Conselho Federal da OAB.

Veja mais

Exemplo a ser seguido

Pelo celular, tablet ou computador, é possível, de qualquer fórum das 23 comarcas do Estado de Rondônia, acessar gratuitamente o PJe – Processo Judicial Eletrônico. A instalação de rede wi-fi em todas as unidades do Poder Judiciário do Estado de Rondônia garante esse direito, principalmente aos advogados, representantes das partes nos processos, durante as audiências em que participam.

Veja mais