Cármen quer transparência

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármen Lúcia, abriu a oitava reunião com os presidentes dos Tribunais de Justiça pedindo que as cortes estaduais enviem ao CNJ os seus dados para que se possa ter um panorama exato da situação do Judiciário e também haja transparência das informações. “Para o Brasil, é essencial a clareza dos dados sobre o Poder Judiciário”, disse.

Veja mais

Gesto nobre

O ministro do STF Luís Roberto Barroso pediu desculpas nesta quinta-feira (8) por ter chamado o ex-presidente da Corte Joaquim Barbosa de “negro de primeira linha”, na véspera, em cerimônia de inauguração da foto de Barbosa na galeria de ex-presidentes do tribunal. Barroso alegou que a declaração foi “infeliz”.

Veja mais

A composição do TSE

A composição do TSE que irá julgar a dupla Dilma/Temer é composta de três ministros nascidos no Rio de Janeiro: Luiz Fux, Admar Gonzaga e Tarcisio Vieira. Uma gaúcha (Rosa Weber); um mato-grossense (Gilmar Mendes); um cearense (Napoleão Nunes); um paraibano (Herman Benjamin)