UnB não chega ao Supremo

Uma das mais importantes universidades do país – a UnB – nunca teve um aluno de Direito ocupando uma vaga de ministro no Supremo Tribunal Federal (STF), apesar de vários ministros aposentados – como Sepúlveda Pertence, Moreira Alves e Carlos Mário Velloso, entre outros – terem integrado o corpo de professores da UnB.

O domínio do Largo de São Francisco

Com um total de 49 ministros a Faculdade de Direito de São Paulo (Largo de São Francisco) foi a unidade de ensino superior que mais teve integrantes nos quadros do Supremo Federal. Logo a seguir, vem a Faculdade de Direito de Recife com 31 membros. Pela Faculdade de Direito da Universidade do Rio de Janeiro passaram 11 ministros; 9 pela Faculdade de Direito de Olinda; 8 pela Faculdade de Direito da Universidade do Brasil (RJ) e 7 pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais.

Veja mais

STF e os seus 166 ministros

Desde que passou a ser denominado de Supremo Tribunal Federal – na Constituição Provisória publicada com o decreto número 510, de 22 de junho de 1890 – o mais importante tribunal do país teve, até hoje, 166 ministros. Desse total, 33 ministros nasceram no Rio de Janeiro; 30 em Minas Gerais e 24 no estado de São Paulo.

Veja mais

Presidente da OAB é preso

O presidente da subseção de Diamantino da seccional do Mato Grosso da OAB, Pérsio Oliveira Landim, foi preso em Santo Antônio do Leverger, por tentativa de falsidade ideológica e corrupção ativa, segundo o site G1. De acordo com a Polícia Civil do MT, Landim tentou anular o contrato de hipoteca da fazenda de um cliente dele. Como o tabelião se recusou a aceitar a certidão assinada pelo advogado, este o ameaçou dizendo que, se não o fizesse, um veículo de imprensa poderia publicar reportagens com supostas irregularidades do cartório.

Veja mais