Direito Global
blog Sem categoria

Brindaram o Brindeiro

O senador Pedro Taques (PDT-MT) disse hoje (24), no início dos trabalhos da CPI do Cachoeira, que a comissão de inquérito tem informações de que o contador do bicheiro Carlinhos Cachoeira, Geovani Pereira da Silva, repassou, em pelo menos três transferências, o valor aproximado de duzentos mil reais ao escritório de advocacia Morais, Castilho e Brindeiro. A banca de advogados tem como um dos sócios o ex-procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, chefe do Ministério Público Federal durante o governo Fernando Henrique Cardoso, que foi reconduzido três vezes ao cargo, terminando o seu quarto mandato em junho de 2003.

clica