Direito Global
blog

Assassinato no metrô

A juíza Maria Isabel Pena Pieranti, do Plantão Judiciário, decretou a prisão temporária, por 30 dias, de Edvardo Camelo Costa, acusado do crime de latrocínio – roubo seguido de morte – cometido contra o auxiliar de serviços gerais Alexandre de Oliveira, 46 anos, na última sexta-feira, na estação de metrô Uruguaiana, no Centro do Rio. No mesmo incidente, Diogo Pinto Muinos acabou ferido. O pedido foi ajuizado pela Polícia Civil. De acordo com os autos processuais, o irmão de Edvardo compareceu espontaneamente à delegacia policial e o reconheceu nas imagens captadas pelas câmeras do sistema interno de segurança do metrô.

 

clica