Direito Global
blog

Carioca loira

Sob a presidência do juiz Raimundo Moisés Alves Flexa, jurados do Tribunal do Júri em Belém (PA) votaram pela condenação da doméstica Ediane da Conceição de Souza Correa, acusada de tentar matar por envenenamento a fisioterapeuta Caroline Barbara Mendes. A ré, que mora no Rio de Janeiro e tem os pais residindo na cidade Abaetetuba, apresentava-se na rede como “Carioca loira”, voltada às atividades físicas e empresária de sucesso.

A pena base aplicada a ré de 21 anos de reclusão, que reduzida em um sexto por ser homicídio tentado, foi fixada em 14 anos de reclusão em regime inicial fechado. Na sentença, foi negado a acusada o direito de recorrer da sentença em liberdade, devendo permanecer na cadeia onde já se encontra, desde a época do crime.

O crime ocorreu em dezembro de 2014, em uma Clinica de Cirurgia Plástica, localizadano perímetro urbano de Belém. Em interrogatório prestado no júri a ré alegou que o marido da fisioterapeuta Fabrício Lemos Siqueira Mendes passou a se comunicar com a ré via internet e falso perfil. A amizade foi crescendo entre ambos que trocavam confidencias de suas vidas pessoais, ambos separados.

clica