Direito Global
blog

Soldador enloquecido

O 2º Tribunal do Júri de Belo Horizonte condenou um soldador de 30 anos pela morte de um estudante de 22 anos e pela tentativa de homicídio de outro homem durante uma festa de recepção de calouros num bar próximo ao campus Coração Eucarístico da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), em 8 de agosto de 2015. O réu deverá cumprir 19 anos em regime inicial fechado.

Os crimes ocorreram, conforme a denúncia, em um bar no bairro Dom Cabral, na região Noroeste da capital. D.A.M.V., na fila do caixa, esbarrou acidentalmente no réu, P.H.C.L., à sua frente. Este virou-se aos gritos, fazendo com que a vítima expressasse, com gestos, que não entendia a atitude. Irritado, P. sacou uma arma de fogo e desferiu um tiro no rosto da vítima

clica