Direito Global
blog

Agredida com terçadada

O juiz Manuel Amaro de Lima, da Comarca de Jutaí (distante 750 quilômetros de Manaus (AM), decretou a prisão preventiva de Ilzimar Cavalcante do Nascimento, suspeito da tentativa de homicídio que deixou gravemente ferida, com uma terçadada na cabeça, uma criança de 10 meses, sobrinha do acusado. O crime, segundo o inquérito policial, ocorreu no último dia 7, numa comunidade rural do município. A preventiva foi solicitada pelo delegado da Polícia Civil Genilson Parente Arruda, responsável pela condução do inquérito que apura o caso.

Na decisão, o magistrado afirma que encontram-se presentes os requisitos para a decretação da prisão cautelar do acusado, conforme o artigo 312 do Código Processual Penal, o que inclui o risco de prejuízo da instrução penal, caso o mesmo seja mantido em liberdade. O juiz destaca que, conforme o inquérito policial, Ilzimar teria atentado contra a vida do menor de idade, que precisou ser transferido para um hospital da capital, onde permanece internado.

Obs: Terçado é uma variante do sabre com lâmina reta ou ligeiramente curva, de ponta aguçada, usada tanto para cortar como para perfurar, que foi usada pela infantaria do século XVIII até as lutas de trincheiras da Primeira Guerra Mundial. O comprimento varia de 75 cm a 1 metro e o peso de 950 gramas a 1,35 kg. No Brasil, o nome de “terçado” é dado também a facões usados principalmente para abrir caminho nas matas, embora possam servir como armas improvisadas.

clica