Direito Global
blog

Romário ganha da CBF

O juiz Og Cristian Mantuan, da 39ª Vara Cível de São Paulo, decidiu ser improcedente a ação de indenização por danos morais do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, contra o ex-jogador e atual senador Romário (PSB-RJ). O magistrado considerou que Romário agiu acobertado pela imunidade parlamentar porque fez o comentário em um contexto político.

O presidente da CBF solicitava R$ 50 mil de indenização e ainda foi condenado a pagar os custos do processo e mais R$ 2,5 mil de honorários advocatícios. Ainda deputado federal, Romário chamou, em 12 de março de 2014, no programa “Bate Bola”, da ESPN Brasil, Del Nero e o ex-presidente da CBF José Maria Marin de “ratos”.

O juiz paulista entendeu que Romário, na época membro da Comissão Permanente de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, tinha o direito de conceder comentário sobre pessoas ligadas ao esporte, apesar da acidez e rotulação dos termos empregados. E que havia interesse público nas opiniões de Romário.

clica