Direito Global
blog

Médico brigão

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 3ª Promotoria de Justiça Criminal de Teresópolis, denunciou e requereu a prisão do médico Camilo de Souza Campos, acusado de violência doméstica e familiar contra a sua ex-namorada, com quem tem uma filha.

Ele foi acusado, conforme o auto de exame de corpo de delito, de “dar vários empurrões na vítima, que bateu com a cabeça com muita força na parede e, após cair, ainda recebeu chute no peito”.

De acordo com a investigação, Camilo tem histórico de prática de crimes de violência contra mulheres. Ele agrediu, em 2014, uma outra ex-namorada. Na época, a 3ª Promotoria de Justiça Criminal de Teresópolis também denunciou o agressor.

O MPRJ destacou, para requerer a prisão preventiva, que o médico tem “conduta reiterada e violenta contra ex-namoradas, sendo imprescindível a manutenção da prisão”.

clica