Direito Global
blog

Doação de 1,6 tonelada

A Seção Judiciária Federal do Amapá enviou para reciclagem 1,6 tonelada de resíduos sólidos nos últimos dois meses, sendo 1,5 tonelada de papéis diversos (90% proveniente do descarte de autos findos). As ações implementadas atendem ao Plano de Logística Sustentável do órgão, que prevê destino ambientalmente correto dos resíduos gerados na instituição, conforme a Resolução 201/2015 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

No caso do papel, a estratégia é simples e tem sido eficaz, para a servidora responsável pelo Serviço de Apoio à Gestão Socioambiental e coordenadora da Comissão Gestora do PLS, Vera Sales Costa. Foram entregues, às unidades da seccional, caixas coletoras para o acondicionamento do papel que não pode mais ser reaproveitado. “O adequado descarte de material reciclável é um ato de responsabilidade e também funciona como um processo de educação ambiental na medida em que desperta magistrados, servidores e colaboradores sobre os problemas do desperdício de recursos naturais e a poluição causada pelos resíduos gerados”, observou a coordenadora.

clica